Lifestyle

Ambiente para estudo: 4 dicas para criar um cômodo ideal

ambiente para estudo

O ano está chegando na reta final e já começamos a elaborar as metas para 2018. Uma de suas metas pode ser investir em um ambiente para estudo, certo? Afinal, aprender, ler e se atualizar nunca é demais. Porém, para tirar o máximo proveito desses momentos é preciso concentração, o que só acontece em um lugar confortável e tranquilo. Por isso, é importante ter um ambiente para estudo, que poderá ser aproveitado também pelos filhos ou outros moradores da casa. 

Não é necessário muito espaço para delimitar aquele que servirá de refúgio dos estudantes. É claro que o ideal é ter um cômodo exclusivamente para essa finalidade, mas, se não for possível, qualquer cantinho tranquilo, bem arejado e iluminado pode servir. Veja, neste artigo, quais as razões para criar esse espaço e o que não pode faltar nele.

Por que criar um ambiente para estudo?

Na hora de estudar, seja para um curso de extensão, uma especialização a distância, um concurso etc., o principal é ter concentração. E como fazer isso com seus filhos correndo pela casa, carros passando próximo à janela, vizinhos discutindo, cachorro latindo, TV ligada, enfim, todos aqueles sons do dia a dia? Tranquilidade e conforto são fundamentais para que possamos focar nos estudos. 

Mas não confunda as coisas: um sofá, por exemplo, pode ser bem confortável, mas não possibilita a melhor posição para a leitura por horas a fio. Estudos indicam que a posição sentada com as costas retas e os dois pés apoiados no chão é a mais indicada para manter nossa atenção 100% no que estamos lendo. Então, uma mesa, com uma boa cadeira, é a melhor opção.

Se você pretende investir tempo e dinheiro nos estudos, é evidente que vai querer tirar o melhor proveito deles, não é? Então, precisa ter a certeza de que estará com todo o seu foco voltado para essa atividade, durante o período que puder, para que seu rendimento seja o esperado. Não há forma melhor de fazer isso do que reservar tempo e local.

Veja, a seguir, como deve ser o cômodo para estudos.

1. Escolha o local ideal

A primeira coisa a se pensar é no conforto, afinal a ideia é passar horas na posição sentada. Então, escolha um lugar com o qual você se identifique, como um home office, uma biblioteca, um quarto ou aquele cantinho da sala. Certifique-se de que será prazeroso estar nesse local.

Você deve pensar também na iluminação. O ideal é escolher um cômodo que receba luz natural, mas que não seja muito quente e abafado. Prefira um local arejado e posicione sua mesa próxima à janela para receber luz e brisa. Se não tiver um espaço com essas características, capriche na iluminação e invista em luminárias de pé ou abajures, que possibilitem direcionar a lâmpada para a sua mesa de estudo. 

Verifique, ainda, se o ambiente é silencioso. Fique longe de TV e aparelhos de som, a não ser que você goste de estudar com música. Escolha um local que não fique de frente para a rua mais movimentada do seu quarteirão. Prefira um quarto de fundos, por exemplo. 

2. Escolha os móveis corretamente

Já falamos que o conforto é fundamental em um ambiente para estudo, por isso, escolha os móveis que vão lhe garantir esse item. Uma mesa ou bancada que tenha espaço suficiente para seu material de estudo é imprescindível. Com relação à altura, deve ter pelo menos 76 cm para adultos e 50 cm para crianças de até dez anos.

A cadeira deve ser ergonômica. Ajuda muito no caso de um ambiente que será usado por pessoas de diferentes tamanhos, pois essas cadeiras têm regulagem de altura. Ela deve ter um encosto que cubra toda a área das costas e, de preferência, apoio para os braços, além de rodinhas bem fixadas. Lembre-se de que deve ficar com a coluna ereta e os pés totalmente apoiados no chão.

Tenha um armário ou estante para os livros e cadernos, assim o material fica organizado e sempre à mão. Aqueles que você precisa consultar e manusear com mais frequência, deixe em cima da mesa de estudo ou bem visíveis.

guia de ambientes residenciais

3. Use a cromoterapia a seu favor

Esse é um método que se baseia nas sete cores do arco-íris para estabelecer o equilíbrio e a harmonia do corpo. Os pesquisadores da cromoterapia acreditam que as cores têm influência sobre nosso estado de espírito. Então, não custa tentar usá-las a seu favor, não é?

Para estimular o aprendizado, tente pintar as paredes do ambiente de estudo de amarelo ou ter algum móvel nessa cor. O amarelo está relacionado à inteligência, ao raciocínio e à criatividade. Nada mais adequado, certo?

O verde e o violeta também são boas cores para um ambiente de estudo. O primeiro é calmante, traz equilíbrio e energiza o corpo; a segunda limpa e isola o ambiente das más vibrações. Assim, você se protege das interferências externas. 

Difícil é combinar as três cores, não é? Escolha uma ou duas e mescle com outras cores e tons neutros e claros para que o ambiente fique mais clean. Não use cores escuras, pois elas escurecem o cômodo, e evite misturas muito coloridas, para não gerar distração.

4. Cuide da limpeza e da organização

Além de tudo o que já dissemos, outros pontos importantes são a limpeza e a organização. Com esses cuidados, você terá mais prazer em permanecer no local e fazer as atividades propostas pelos professores. Acredite: se cada coisa estiver em seu lugar, os estudos vão render mais, porque você não perderá tempo procurando uma caneta, um lápis, um livro. E, com tudo limpo, você evita mofo nos livros e alergias, comuns em locais que acumulam poeira.

Saiba que o melhor ambiente para estudo é onde você se sente bem, em paz e concentrado. Esperamos, porém, que estas dicas tenham auxiliado a criar esse espaço e que ele proporcione boas horas de leitura e aprendizado. Se quiser saber mais, veja aqui exemplos de ambientes para estudos.

Se você gostou deste artigo e quer receber mais dicas e informações sobre decoração, arquitetura, reforma e construção, assine nossa newsletter e receba as atualizações do blog. 

Sobre o autor

Thales Brito Arquitetura e Urbanismo

Thales Brito Arquitetura e Urbanismo

Thales Brito é Arquiteto e Urbanista especialista em Gerenciamento de Obras, Tecnologia e Qualidade da Construção. Trabalha com elaboração de projetos e construções. Auxilia seus clientes a criarem estratégias para construírem seus sonhos, por meio de projetos detalhados e planejamento de obras.
Esse blog possui como objetivo apresentar conteúdos para auxiliar você e diversas pessoas a concretizarem seus empreendimentos de maneira simples, segura e organizada.

Deixar comentário.

Share This

Receba conteúdos exclusivos a cada 15 dias. Inscreva-se!

EI, ESPERE!

Junte-se a pessoas que estão por dentro das novidades do blog.

Inscreva-se!

Site 100% Seguro!