Construção

Planejamento financeiro para comprar imóvel: como realizar meu sonho?

planejamento financeiro para comprar imóvel

A compra da casa própria é um sonho para a grande maioria das pessoas. No entanto, o planejamento financeiro para comprar imóvel deve ser eficiente e exigir mudanças de certos hábitos pessoais. 

Além disso, é sempre bom ter em mente que a aquisição de um imóvel é um passo importantíssimo na vida de qualquer pessoa, portanto é fundamental que todas as etapas do processo sejam muito bem analisadas.

Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos falar sobre como iniciar um planejamento financeiro para comprar imóvel e oferecer algumas dicas valiosas para ajudar você nessa jornada. Continue a leitura e confira!

1. Crie um registro de receitas e despesas

Esse é o ponto de partida para elaborar um planejamento financeiro para comprar imóvel. Controlar rigorosamente os seus gastos ajuda a compreender melhor como são seus hábitos de consumo e como eles impactam nos seus ganhos mensais.

Para fazer um acompanhamento ainda mais detalhado, vale a pena separar os custos por categorias — como lazer, transporte, saúde, supermercado, contas da casa, entre outras. Saiba mais aqui.

Além disso, o ideal é registrar até mesmo os gastos pequenos. Isso quer dizer que se deve anotar, inclusive, o lanche feito na padaria. Isso porque a soma de todas essas despesas que parecem tão insignificantes pode se tornar uma grande quantia que, no fim do mês, acaba ficando fora do seu controle.

2. Compre à vista sempre que possível

Compras parceladas podem ser as maiores vilãs do seu planejamento financeiro, principalmente quando há incidência de juros ou as parcelas se sobrepõem — aumentando as chances de você perder o controle sobre seus gastos e gerar endividamento no médio e longo prazo.

Sendo assim, dependendo da compra que for realizada, o ideal é optar pelo pagamento à vista. Assim, você consegue aumentar o poder de barganha, obter descontos maiores e, ainda, evitar compras desnecessárias (já que o pagamento delas vai pesar imediatamente no seu bolso).

Neste sentido, deixe o cartão de crédito somente para compras de valor alto ou para quando houver uma emergência e, por ventura, não existir reserva na poupança.

3. Crie metas de economia

Comece a poupar agora mesmo. Ainda que a quantia seja pequena, é importante dar os primeiros passos e, a partir daí, criar metas mensais de economia.

Além de ajudar a evitar gastos supérfluos — que podem atrapalhar o seu planejamento financeiro —, elas permitem que você mude alguns hábitos e adote uma nova rotina.

Para isso, vale a pena guardar um montante na poupança. E, se você entende de investimentos, também é viável adotar opções diferenciadas, como o Tesouro Selic ou o CDB.

4. Crie uma reserva de emergência

A reserva de emergência também é um aspecto fundamental dentro da organização do orçamento pessoal. Para que isso se torne possível, é preciso colocar em prática as metas de economia.

Além de estimular a poupança, essa prática ajuda a passar pelos momentos de aperto sem que seja necessário recorrer a empréstimos, os quais possuem juros altos.

Dessa forma, começa-se a alcançar uma estabilidade financeira e a garantir maior tranquilidade para futuras situações que não sejam previstas.

5. Busque meios de reduzir os custos

Inicialmente, falamos sobre o registro de receitas e despesas e como ele pode ajudar a controlar suas finanças. Nesta perspectiva, ele também é fundamental na hora de conhecer seus custos e quais gastos são supérfluos e, portanto, podem ser cortados (ou reduzidos).

Entre as alternativas mais comuns estão: trocar produtos de marca por similares que possuam a mesma qualidade; reduzir a quantidade de refeições realizadas fora de casa; e renegociar valores do plano de telefonia do celular e da TV a cabo, por exemplo.

Como você pode constatar, iniciar o planejamento financeiro para comprar imóvel requer algumas ações que podem ainda não ser familiares, mas que são essenciais para conquistar sua independência financeira e a realização do sonho de ter a casa própria.

Se você gostou do post de hoje, aproveite para saber mais sobre qual é a importância de contratar um arquiteto para a sua obra!

Sobre o autor

Thales Brito Arquitetura e Urbanismo

Thales Brito Arquitetura e Urbanismo

Thales Brito é Arquiteto e Urbanista especialista em Gerenciamento de Obras, Tecnologia e Qualidade da Construção. Trabalha com elaboração de projetos e construções. Auxilia seus clientes a criarem estratégias para construírem seus sonhos, por meio de projetos detalhados e planejamento de obras.
Esse blog possui como objetivo apresentar conteúdos para auxiliar você e diversas pessoas a concretizarem seus empreendimentos de maneira simples, segura e organizada.

Deixar comentário.

Share This

Receba conteúdos exclusivos a cada 15 dias. Inscreva-se!

EI, ESPERE!

Junte-se a pessoas que estão por dentro das novidades do blog.

Inscreva-se!

Site 100% Seguro!