Construção

Saiba tudo sobre como escolher um terreno de forma descomplicada

escolher um terreno

Escolher um terreno é o primeiro passo para construir um imóvel ou investir no setor imobiliário.

Muitos terrenos são ofertados por meio de placas, classificados, sites de imobiliárias, amigos e conhecidos, mas fazer a opção certa exige uma preocupação maior do que uma simples pesquisa de preço.

Para escolher um terreno da forma mais acertada, é necessário considerar diversos pontos: localização, vizinhança, ventilação, posição do sol, entre outros. O ponto principal, porém, é a finalidade da aquisição, ou seja, se o terreno será para construir a casa dos seus sonhos, instalar uma edificação de uso comercial ou mesmo para revenda.

É de fundamental importância atentar-se para os benefícios que o terreno pode receber ao longo do tempo contribuindo para a sua valorização. Veja agora algumas dicas de como escolher um terreno para a realização do sonho da casa própria!

1. Localização

Esse é o primeiro ponto a se considerar. Procure saber se o local ou bairro onde está o lote possui serviços regulares de infraestrutura, como abastecimento de água, energia elétrica, asfalto e drenagem das águas da chuva. Dessa maneira, você evitará dores de cabeça futuras quando já estiver morando em sua casa.

Analise as necessidades da sua família: o ideal é que nas proximidades do terreno haja presença de praças, escolas e pequenos comércios, como padaria e mercados de bairro, para que seja possível o deslocamento a pé com objetivo de atender as demandas básicas da futura residência com praticidade.

Como nem sempre é possível encontrar esses terrenos, defina a prioridade da família, por exemplo: escolher um terreno próximo a uma escola e/ou praça pode ser interessante quando se tem filhos pequenos. A mesma situação acontece quando o terreno se localiza próximo ao trabalho dos pais, ou de uma avenida estrutural que possibilita o deslocamento com facilidade.

2. Vizinhança

Após definir o local do terreno, procure saber como é sua vizinhança. Se informe com os vizinhos para certificar se a região é segura. Outro ponto importante, é analisar se há possibilidades de transtornos no entorno do terreno.

Já imaginou se você chega do trabalho cansado e deseja dormir, mas não consegue pois há, no local, uma casa de festas fazendo um muito barulho? Ou mesmo se o acesso à sua residência fica complicado em virtude do fluxo de veículos atraídos por algum empreendimento vizinho?

Enfim, visite o terreno em horários diferentes, principalmente à noite e em finais de semana. Fique alerta à vizinhança e avalie todas as possibilidades de transtornos.

3. Ventilação e sol

Ao analisar um terreno para comprar, procure verificar qual a posição dele em relação ao sol e à ventilação.

No Brasil, a direção norte é que recebe maior insolação durante o dia e os melhores terrenos são os que possuem a frente nessa direção, pois geralmente, os ambientes de maior permanência e, consequentemente aqueles que possuem maior necessidade de conforto térmico, não estão na frente da casa.

Em regiões onde o clima é quente, recomenda-se deixar os ambientes como os quartos e espaços íntimos na face leste do terreno, pois estarão voltados para o nascer do sol e não estarão expostos ao sol da tarde, que intensificaria o calor nesses ambientes.

A face sul é a que menos recebe sol, sendo a direção ideal para posicionar ambientes de longa permanência, como áreas de lazer.

Quanto à ventilação, é necessário saber em qual direção estão os ventos dominantes. Geralmente, terrenos que possuem a frente mais larga, são os que melhor possibilitam a entrada dos ventos na futura edificação.

4. Topografia e o solo do terreno

Quanto à topografia do terreno, ela poderá ser plana, em formato de aclive (subida) ou declive (descida) em relação à rua.

Geralmente, os terrenos planos possuem maiores facilidades para se construir, devendo apenas tomar cuidado com o nível natural do terreno, pois se estiver muito baixo em relação à rua, poderá ter altos custos com aterro. Embora diga-se plano, a recomendação é que o nível do terreno nos fundos esteja mais alto do que a frente ? em função da drenagem e das inúmeras possibilidades de ampliação ? e o nível da frente esteja, pelo menos, no nível da calçada.

Em terrenos em formato de aclive ou declive, deve-se analisar a viabilidade em relação aos aterros e também se há possibilidade de elaborar um projeto de arquitetura mais ousado, que aproveite os desníveis do terreno, sem a necessidade de aterrar.

Sobre o solo, verifique se não há indícios de grandes pedras. Elas atrapalham a construção e a retirada desse material pode envolver grandes custos. A incidência de lençol freático muito próximo à superfície também pode ser um grande empecilho, principalmente em áreas onde não há presença de uma rede de esgoto, e tenha que se construir um sumidouro.

Quer informações mais detalhadas sobre construção? Baixe o e-book:

ebook como construir a primeira casa

5. Escolher um terreno considerando a legislação municipal

Geralmente as legislações municipais possuem regras para a construção dentro do lote. As mais relevantes para essa etapa, a saber, são os afastamentos das divisas para aberturas de janelas, que podem variar de cidade a cidade, mas comumente vemos em torno de 1,5 metro das divisas laterais e fundos e 3 metros da frente do terreno.

Esses afastamentos vão determinar a forma como você vai ocupar o terreno, que também possui regra: geralmente, você poderá investir em torno de 75% da área total do terreno em construção, os outros 25% deverão ficar livres, sendo possível apenas a construção de calçadas e jardins.

Existem cidades com legislações mais detalhadas e rigorosas, com taxas de permeabilidade, gabarito, entre outros. Faça uma consulta na prefeitura de sua cidade e confira os índices a serem respeitados. Às vezes, o tamanho do terreno pode não ser suficiente para construção dos seus sonhos.

Depois de avaliar tudo isso, tenha muita clareza sobre qual é o seu sonho. Pense em que tipo de casa você deseja e se o terreno consegue atender a essa realização. Procure se perguntar: o que é importante para você? Em que lugar da cidade você quer estar? Você quer muito espaço livre ou uma casa com muitos cômodos que ocupe o máximo do terreno? Quer economizar na compra do terreno ou na obra?

Agora você já sabe como escolher um terreno com segurança. Aproveite e siga a Thales Brito Arquitetura e Urbanismo nas redes sociais: Facebook, Youtube e Linkedin! Não se esqueça de se inscrever em nosso blog!

Sobre o autor

Thales Brito Arquitetura e Urbanismo

Thales Brito Arquitetura e Urbanismo

Thales Brito é Arquiteto e Urbanista especialista em Gerenciamento de Obras, Tecnologia e Qualidade da Construção. Trabalha com elaboração de projetos e construções. Auxilia seus clientes a criarem estratégias para construírem seus sonhos, por meio de projetos detalhados e planejamento de obras.
Esse blog possui como objetivo apresentar conteúdos para auxiliar você e diversas pessoas a concretizarem seus empreendimentos de maneira simples, segura e organizada.

Deixar comentário.

Share This

Receba conteúdos exclusivos a cada 15 dias. Inscreva-se!

EI, ESPERE!

Junte-se a pessoas que estão por dentro das novidades do blog.

Inscreva-se!

Site 100% Seguro!